Review: Amazon Club — Natureza e dance music

O frio que fazia em Chapecó não foi suficiente para fazer a tribo desistir de participar de mais uma noite memorável no Amazon Club. Chegamos ainda cedo para acompanhar todo o desenvolvimento sonoro da festa, que teve em seu line-up: o uruguaio Gustavo Bravetti trazendo o seu novo formato de live set, o DJ Glen que frequentemente toca na casa, o residente ZAC, e o Mick Benites.

Chegamos cedo no Club, e logo após a abertura dos portões já observávamos que os primeiros apaixonados pela música, já dançavam ao som do artista local e estreante da noite, Mick Benites. Pessoas vindas de várias cidades iam formando a pista. Conversamos com catarinenses, gaúchos e paranaenses, e pudemos ter a certeza de que a localização privilegiada do Amazon faz com que pessoas de várias regiões dos três estados do sul tenham fácil acesso ao club, e possam desfrutar desse contato com a dance music e a natureza. Buscamos saber as expectativas do público sobre a noite que estava por vir, palpites divididos em relação a quem seria o grande nome da festa, algo realmente difícil de dizer antes ou até mesmo depois do evento. Apesar do Bravetti ter sido o headliner da noite, muitos estavam ansiosos pelo set do DJ Glen e também pela apresentação de ZAC. Achamos muito legal como a tribo vê ZAC, falam sobre ele com muito orgulho e confiança.

As pessoas começavam a chegar, e Mick tinha em seu warm-up uma proposta de House madura e envolvente. A pista comprou a sua ideia desde o início. Enquanto Mick esquentava a pista para Bravetti, o uruguaio fazia os últimos ajustes em seu setup para o tão aguardado live set, que está em um novo formato e com várias músicas novas. A entrada de Bravetti estava prevista para a 01h, porém a produção optou por esperar mais 30 minutos, aumentando ainda mais a ansiedade pelo live do mágico. O que deu segurança para a decisão foi a boa proposta de Mick, que segurava a pista, já  tomada em mais de 80% de seu espaço. Nos últimos minutos do set do Mick, Bravetti dançava na cabine ao lado dele, e até fez uma live no Instagram demonstrando a felicidade em estar tocando por mais uma vez no club.

O club já estava completamente cheio quando Bravetti entrou e, sem delongas, mostrou para quê veio. A pista explodiu. Com sua vasta experiência e leitura de pista impecável, abusou de basslines marcantes, efeitos e melodias que realmente ficam guardados na cabeça. Manuseava seus sintetizadores analógicos e digitais com maestria. Não é à toa que roda o mundo, sendo um artista tão respeitado por todos os apaixonados pela dance music. Perdemos uma boa parte de seu set por estarmos entrevistando o ZAC, mas assim que voltamos da entrevista para a festa vimos uma pista elétrica e pulsante, gritos e sorrisos por todos os lados, e podemos afirmar que sua apresentação foi de arrepiar.

O DJ Glen entrou logo após Bravetti, e manteve a intensidade sonora, algo já esperado quando se trata dele. A pista continuou fervendo durante todo o seu set, e até fez com que os mais encalorados dançassem próximo a porta principal de acesso do club, onde eles podiam pegar o ar gelado da noite chapecoense. Um set rico em Techno e Tech-House à lá Dirtybird style, faixas com build-ups muito bem construídos, e drops cheios de groove, algo que todos gostam de ouvir nesses momentos de uma festa. Assim, ele conduzia a tribo até a vez do residente assumir os decks.

O set do ZAC começou com tracks cheias de gingado e groove, influênciadas pela música brasileira.  Gingado esse que ele vem trabalhando muito em suas faixas e está fazendo disso uma marca de seu projeto. Mostrou suas unreleased tracks, bombas que fizeram até quem já estava mais cansado continuar a dançar. O gingado brasileiro não era a sua única arma: as melodias crescentes do progressive house também moldavam o que é a essência de sua proposta. Quando você menos esperava, ele trazia de forma maestral surpresas que você nem imagina que iria ouvir um dia. Destaque para um remix da faixa Somebody Told Me do The Killers, que levou todos ao delírio. E assim controlou a pista que diminuiu por conta do horário, mas que, por boa parte, se manteve fiel até o fim da festa.

O próximo grande evento promovido pelo Amazon Club será dia 07 de julho e conta com os renomados da cena nacional Gabe e Fran Bortolossi, contando também com o residente Fuscarini.

No mais, clique aqui e aproveite para escutar a entrevista que fizemos com ZAC na noite do evento.

COMPARTILHAR